terça-feira, 20 de setembro de 2016

outra carta prum amigo





Outra carta prum amigo

Você tem razão,
repito meu comportamento.

Sou fixado em procurar soluções imediatas
pros meus próprios problemas imediatos.
E não sei outros jeitos de sobreviver no mundo.

Devo reconhecer,
reconheço minha impotência
diante de situações sofridas
que não sei como ajudar a solucionar.
Acabo atrapalhando.

E, também, ainda não sei,
na hora do encontro,
reconhecer em outras pessoas
suas próprias capacidades
de resolver seus próprios problemas,
dos seus jeitos,
dos jeitos que aprenderam em suas vivências.

Esta escrita não é um pedido de desculpas,
é só o reconhecimento da minha incapacidade
para contribuir em sua busca de soluções.

Só sei o jeito
de procurar jeitos de solucionar
que eu próprio aprendi
e utilizo como tentativas,
com erros e acertos.

Agora mesmo funciono assim
em relação às questões do coração
que vivencio.

O problema, aprendo,
virou oportunidade
pra eu dar uma guinada
pruma vida melhor.

E mais:
não sei brigar,
evito conflito, confronto.

Pago pra não brigar.
Prefiro perder a brigar.
Ou escolho a calma à briga.
É o jeito que encontrei
pra me equilibrar na vida.

Mas é meu jeito
e não serve pra outros.

Enfim,
eu acredito em você,
em sua capacidade.
.

Percebo agora
que você sabe
o que é melhor pra você.

E constrói, assim, do seu jeito
- diferente do meu –
seu próprio caminho
do bem viver.

E, por desejar o seu bem,
tanto quanto o meu,
me recolho,
aquieto.

Com paz e afeto,


Luiz Fernando








nem pensar



poesia é
o que vem à cabeça
sem metas nem pensar

todos somos poetas
todo dia

tá no ar
só experimentar
pra você ver

é que
"quando a boca fala,
o corpo cala..."







segunda-feira, 19 de setembro de 2016

o que sinto

prefiro comédia
escolho o riso
ora bolas

se vejo terror
sinto terror

se triste a música
tristeza me assola

afinal
é minha a escolha
do canal

sou eu quem escolho
o que ouço
o que vejo
o que como
o que falo
o que faço

pra mim
não posso mentir
é assim

um tanto, um tantão
sou eu quem escolho
o que sinto

no coração

















domingo, 18 de setembro de 2016

carta a uma amiga




Carta a uma amiga

Olá.

Recebi, ontem, sua carta.

Por aqui, um tanto o equilíbrio dinâmico,
nesta onda que sinto vida viva.

Uma mudança radical
na minha alimentação e hábitos
provoca diminuição de sintomas
do coração.

Tenho me sentido bem,
permaneço atento
e comedido.

Hoje, já há 25 dias,
como só vegetais.

Nada de animais ou derivados,
nem mel.

Estou vegano.

Para evitar entupimentos de artérias,
também sem gorduras vegetais
– abacate, coco –
nem azeite e óleos.

Dá resultados em mim,
como com prazer.

Eu me inscrevi,
e frequento às quintas,
durante este semestre,
no Curso de Alimentação Viva,
no Projeto Terrapia,
lá em Manguinhos, na Fiocruz.

Lá, também,
oferecem gratuitamente oficinas de 1 dia,
voltadas pra alimentação sadia,
nas segundas e quartas, pela manhã.

Metrô e trem na direção Gramacho
levam até a Fiocruz.

Informações mais detalhadas no

Assisti lá um vídeo-palestra
de uma fundadora do Terrapia,
dra. Maria Luiza Branco,
em que ela comenta, também,
da melhora e recuperação
da saúde da sua própria visão,
através da alimentação.

Fui, pela terceira vez,
ao Dr. Fritz,
agora acompanhado
do cardiologista,
vegano, homeopata
que tive o prazer de encontrar
e com quem me identifiquei.

Enfim,
tenho cuidado radicalmente da saúde,
com alimentação, recolhimento,
caminhadas, descanso,
leituras.

Dá um trabalhão estas mudanças,
mas têm dado resultados em mim.

Peço-lhe perdão pelas indelicadezas,
especialmente a última.

Me conforta saber que
o que falei não é o que sinto.

Confio em você,
tenho por você admirações
e só lhe desejo o bem.

Ando, mesmo assim,
impaciente com o mundo,
me afasto o suficiente
para evitar conflitos.

Aprendo a me dar limites,
pra não implodir nem explodir.

Por isto,
o recolhimento, o silêncio,
o descanso, os cuidados.


Quanto ao que desejamos fazer junto,
inda não me sinto apto,
à flor da pele, como ando.

Questão de tempo, intuo.


Também aqui questão de tempo.

No mais, o desejo de santa paz.
Aqui, aí, ali, em todos nós.

Afetuosamente,





sábado, 17 de setembro de 2016

Alimentação saudável

Alimentação saudável,
tem sido minha prática,
meu caminho.

Tem me feito bem.
Muito bem.


Exu, semente









Exu
Hermes
Mercúrio

pura pedra
pedra cura

cria de Kacá
presente amigo
amigo presente

germina a semente






mensagem para um amigo




Oi.
Bom dia.

Tenho lembrado, bem,
de você,
ao mesmo tempo
que tenho cuidado
de mim.

Tenho me focado
em soluções
para os problemas
que vivo.


Se você quiser
trocar conversas
sobre soluções,
bem vindo.

Abraço afetuoso,


Luiz




quinta-feira, 15 de setembro de 2016

escolho




não é que eu
não tenha tempo
pro prazer                    

é que escolho

outras coisas pra fazer